Feliz dez anos de blog!

03/08/2021

Eu adoraria começar esse post de um outro jeito, mas é impossível. Dez, 10, D-E-Z ANOS DE BLOG! Dez anos de fotos de looks, de pesquisa, de escrever, apagar, escrever. De usar esse espaço como um diário de looks, como uma forma de exercitar a criatividade e como uma forma de inspirar outras pessoas a encararem a moda de um jeito mais divertido, mais íntimo e nada impositivo. Dez anos de layouts, de mudanças de estilo, de versões de mim que ficaram pra trás, mas que deram o melhor que podiam. Dez anos de “vou apagar tudo, não tenho tempo para fazer como quero fazer”. Meses sem post nenhum, meses repletos de posts. Semanas temáticas. Alguns textinhos de amor, perdidos na vontade bem adormecida de ser cronista. Muitos projetos por tirar da gaveta e, infelizmente, muita sensação de que eles talvez fiquem presos lá. Muita vontade de abrir a gaveta.

Nesses dez anos, blog já foi in, já foi out e dizem por aí que está voltando a ser in de novo. Não faz diferença, já que nesse aspecto e em vários outros, desisti de ser trendy. Entre dancinhas e incontáveis trocas de roupa por segundo, o que eu gosto mesmo é de palavra escrita. De textão cheio de parágrafos, de sentir através desse montão de letras juntinhas. De pegar um chá, deixar a música explodir nos ouvidos e escrever, escrever, escrever. Bem como estou fazendo agora. Mas nesses dez anos também perdi o medo de vídeo, mas de vídeo do meu jeito. O que me fez perceber que o  Girls foi – e é – um laboratório perfeito, um paraquedas feito sob medida para uma taurina bem pé no chão pular e se aventurar. Um cantinho aconchegante e seguro para me sentir bem eu, livre para falar de moda mesmo achando que não sabia nada sobre. Livre pra falar que paguei barato na blusinha de brechó, que peguei a roupa emprestada do armário masculino mais próximo, que estou repetindo um montão cada peça sim. 

E é bonito ver o blog mudando comigo, sendo também uma ponte com minhas antigas versões. Mas nesses dez anos, talvez a minha parte preferida foi trazer dicas úteis para fazer alguns armários renderem mais, para ajudar leitoras e amigas a se sentirem mais felizes com o look do dia, mais criativas, mais elas. Só por isso, já valeriam as incontáveis horas que passei por aqui – ou estava pensando em estar aqui. Meu coraçãozinho esquenta sempre que recebo uma mensagem ou que alguém me marca na sua produção, toda orgulhosa na frente do espelho – e talvez eu esteja estudando pra ser consultora justamente graças a essa sensação. 

aqui pode aparecer um anúncio! 👇 carregando...

Dez anos em que dei risada de quem deu risada de eu ser  “blogueirinha” e me senti particularmente contente quando as pessoas achavam uma roupa esquisita ou, ainda, que eu era too much por estar de batom vermelho oito da manhã na escola – mas depois, essas mesmas pessoas passavam a usar também. Enquanto a gente guarda um monte de coisas nos armários e no peito para momentos especiais, eu prefiro achar que viver é um eventão que merece o nosso melhor dress code. Pra pegar ônibus na parada, pra fazer feira, pra ter um encontro especial, pra abraçar quando isso for possível de novo. Pra deitar na grama de um parque. Pra tomar sorvete de ressaca. Pra dançar a noite inteira ou ficar o dia inteiro na frente do computador sendo um adulto funcional. Quase todas as coisas que fazemos nesse mundo, fazemos vestidas. Quer motivo melhor para a roupa nos fazer feliz e ser uma companhia gostosa? Tornar vocês duas em BFFs é o que eu quero fazer aqui e o que espero fazer pelos próximos anos.

Os dez anos me bateram forte porque, exceto por estudar, eu nunca tinha feito nada por dez anos – o que, em cálculos, dá um pouco mais do que ⅓ da minha vida. É um relacionamento longo, com eventuais desgastes e muitas ondas de paixão. O que vem pela frente? Eu espero que muito! Porque cada vez que eu sento e penso em encerrar esse meu capítulo blogueira, tem um brilhinho lá dentro de mim que diz “ai, mas a gente é tão feliz fazendo isso”. Então eu espero que pelos  próximos dez anos – ou pelos não estipulados anos em que o Girls fizer sentido – eu seja feliz aqui. Se não for pedir demais, que eu possa auxiliar um cadinho quem ler a ser mais feliz com o armário, a encontrar leituras e séries legais pra se perder nesse mundinho da moda, a exercitar a mente e encarar as roupas com afeto, como agentes e personagens das histórias que a gente conta todo dia. 

Então é isso, dez anos! Feliz dez anos pra quem acompanha boa parte dessa trajetória e pra quem compartilha os posts e faz meus conteudinhos chegarem a outras pessoas. Feliz dez anos pros amigos que fizeram layouts sem cobrar nada e pro namorado que assumiu essa função há uns 5 anos. Feliz dez anos pra todo mundo que já fez foto de look quando eu pedi – em especial à dona Zilá, minha vó, que não vai ler esse post, mas merece a menção honrosa. Feliz dez anos pra mim – ou pras várias eus que ficam aqui segurando os pratinhos pra fazer esse espaço existir.

Quer ver alguns destaques e curiosidades desses dez anos? Aqui tem uma retrospectiva bem especial! Tem algum conteúdo que gostaria de ver por aqui. É só contar nos comentários ou me mandar uma mensagem.

Você também pode gostar:

Loading...Loading...Loading...Loading...