Just Wanna Have Fun

7 peças que combinam com tudo

Montagem com duas fotos de street style em um fundo branco e o texto "Alô, versatilidade" escrito em laranja e em caixa alta. Na lateral inferior esquerda, um detalhe de tinta bordô decora. Em cima da foto da direita, um traço pink funciona como borda. Na primeira foto, à esquerda, Marcie posa em frente a uma parede de tijolos laranjas. O look é composto por camiseta branca com gola v, short de couro preto de cintura alta clochard com laço na cintura e all star de cano alto preto. Na segunda foto, Marcie posa de lado em frente a um prédio verde musgo, com janelas pretas e um canteiro de madeira com plantas verdes. O look é composto por vestido branco longo com tiras finas, tênis branco com cadarço amarrado na canela.

A busca por um armário mais versátil sempre rende assunto e costuma trazer consigo algumas dúvidas – esse post, inclusive, é um pedido de seguidoras lá no meu Instagram. Pudera. Criar novos looks todos os dias é um exercício diário que, além de criatividade e autoconhecimento, também requer algumas compras certeiras.

Sim. Por mais que cada pessoa seja proprietária de um estilo único, algumas peças possuem ‘poderes mágicos’ de combinar com tudo, seja aquele seu modelo icônico super glam, a trend comprada por impulso que está parada ou aquele item vintage cheio de bossa. Ainda que estratégicas, as peças básicas muitas vezes passam batidas na nossa wishlist, mas, garanto, vão deixar o ato de se vestir um tantinho mais fácil. Quer ver?

Antes, precisamos falar de básicos

Montagem com três fotos em fundo branco, expostas lado a lado. Da esquerda para a direita, foto 1: Marcie posa em frente a uma parede, com a metade superior branca e com a metade inferior cinza. O look é composto por camiseta branca com decote v, cinto azul pastel com fivela grande e saia mídi vermelha com estampa floral miúda. Foto 2: Marcie posa em frente a um espelho com celular na mão. O look é composto por camisa branca e calça de alfaiataria cinza de lã. Foto 3: Marcie posa em frente a uma parede, metade superior branca, metade inferior mostarda. O look é composto por calça de alfaiataria vermelha de cintura alta e camisa rosé com gola laço e mangas curtas bufantes.

Quando lê as palavras ‘peças básicas’, você pensa em modelagens minimalistas, atemporais e clean? Perfeito! Agora, e quando o assunto é cor? Lembrou imediatamente do pretinho básico? Normal. Eu mesma, por muito tempo, caí nesse mito de que o preto casa bem com qualquer look. Resultado: acabava com misturas majoritariamente escuras e com um closet restrito e sufocante – como se percebe nas fotos acima, o meu estilo é bem mais leve e colorido.

Não é que eu esteja sugerindo que você evite ou fuja do preto. Apenas, que os tons escolhidos precisam refletir a sua personalidade e, também, serem próximos do que você já tem no armário. No meu caso, o branco, os cinzas e os beges eram alternativas muito mais certeiras. Para quem é adepta dos tons terrosos, os chamados neutros coloridos, como azul-marinho, caramelo, mostarda e marrom, podem ser ótimas pedidas. Tenha esse conselho em mente durante toda a lista que você vai conferir agora, ok?

1. Camiseta lisa

Montagem com quatro fotos em fundo branco, expostas lado a lado. Na lateral inferior esquerda, três bolas laranjas decoram. Da esquerda para a direita, foto 1: Marcie posa em frente a uma parede branca de madeira. O look é composto por camiseta branca, usada por baixo de slip dress marrom de cetim com alças finas e fenda na perna direita, e bota western preta. Foto 2: Marcie posa em frente a uma parede branca, com mão direita na cintura. O look é composto por camiseta branca, cinto de palha bege com fivela de madeira quadrada e saia plissada branca mídi com estampa floral de hibisco máxi. Foto 3: Marcie posa em frente a uma parede branca, escorada em uma poltrona branca. O look é composto por camiseta preta com decote v, jeans boyfriend escuro, sandália de tiras finas pretas e chapéu verde. Foto 4: Marcie posa em frente a uma porta bege com moldura verde. O look é composto por camiseta branca com decote v, colete branco alongado, calça pantalona de pijama branca com listras laranjas e bolsa bege tote.

Começando por um item que eu não vivo sem. A camiseta é um dos maiores curingas do armário. Camaleoa, pode ser romântica, esportiva, urbana, glamourosa e tudo mais o que você quiser. Pode trazer a ‘saia de festa’ para o dia a dia, descontrair aquela calça de alfaiataria que bate ponto no escritório, ser o equilíbrio que faltava no mix de estampas ou trazer o terno para o final de semana. Enfim, possibilidades é que não faltam. Se ainda assim você tem dúvida de como apostar, misture a camiseta com as peças mais recorrentes nos seus looks e, depois, com aquelas que usa pouco ou parecem difíceis de combinar.

Para quem vive em cidades com invernos rigorosos, como o caso aqui do sul, vale ter pelo menos um modelo neutro de mangas longas também – as turtlenecks são as queridinhas do momento.

2. Calça jeans

Montagem com três fotos em fundo branco, expostas lado a lado. Na lateral inferior esquerda, uma listra assimétrica amarela decora. Na lateral direita, um círculo laranja decora. Da esquerda para a direita, foto 1: Marcie posa em frenta a

Presença confirmada em praticamente todos os closets, a calça jeans é democrática e um exemplo puro de peça que pode fazer parte de qualquer visual e ocasião. Com um top ou body justinho, se torna a parceira ideal para baladar. Já com blazer e uma camisa especial, garante um office look de respeito.

Assim como a camiseta, o jeans também pode assumir muitas personalidades e tem versões para todos os gostos, seja você uma fã de skinny ou de pantalona, de cintura alta ou no lugar. Além do conforto, escolher um modelo liso e com lavagem uniforme é a fórmula do sucesso para compor produções mais versáteis. Dica para arrasar: dobre a barra da calça e aposte em um sapato bem poderoso.

3. Camisa branca

Montagem com quatro fotos em fundo branco, expostas lado a lado. No meio da montagem, na parte inferior, duas bolas laranjas decoram. Da esquerda para a direita: a primeira foto é com Marcie posando em frente a uma parede preta. O look é composto por camisa branca com manga arremangada, saia preta mídi com babados e sandália preta de duas tiras finas. Na segunda foto, Marcie posa em frente a uma parede rosa. O look é composto por camisa branca, jaqueta de couro preta, calça de pijama de flanela xadrez em tons de cinza, azul-marinho, bordô e branco e bota preta. Na terceira foto, Marcie posa de costas em frente a uma parede branca. O look é composto por camisa branca usada por baixo de um vestido plissado vermelho com tiras finas. Na quarta foto, Marcie posa em frente a uma porta bege. O look é composto por blusa de gola alta listrada, usada por baixo de uma camisa branca. Saia animal print, meia-calça preta, bota preta e jaqueta de couro preta.

Clássico dos clássicos, ícone de pura elegância, a camisa branca é um indispensável. E se por si só ela já seria super charmosa, também funciona como uma ótima base para deixar a criatividade fluir. Pense nela como uma tela – literalmente – em branco, pronta para receber as mais diversas cores, estampas e materiais.

Analisando apenas os looks selecionados para a montagem, temos quatro propostas bem diferentes, nas quais a camisa ocupa tanto o lugar de destaque, como o de mero detalhe. Ela se torna clássica ao lado da saia preta, divertida com a calça xadrez de pijama, festiva com o vestido plissado e cool quando combinada à blusa de gola alta listrada e à saia lápis animal print. Você ainda pode deixar só a gola de fora com aquele suéter quentinho, dar um nó na cintura, usá-la toda aberta ou ao contrário, com os botões nas costas.

4. Body justinho

Montagem com quatro fotos em fundo branco, expostas lado a lado. Na lateral inferior esquerda, três bolas laranjas decoram. Da esquerda para a direita:

Peça que estou desejando desde o inverno de 2019, o body funciona como uma segunda pele, contornando as curvas de um jeitinho especial e confortável. Se minimalista, é a base perfeita para qualquer invenção fashion – inclusive, fica a dica de usar por cima de camisas e camisetas.

Já quando o assunto é cor, há quem ame um modelo bem próximo ao tom da pele, para dar um efeito nude – alô, Kardashians – e quem morra de medo de parecer sem roupa na rua. Seja qual for o seu time, escolher as famosas cores neutras é o conselho mais repetido – e infalível – de hoje.

5. Calça de alfaiataria

Montagem com quatro fotos em fundo branco, expostas lado a lado. Na lateral inferior esquerda, três bolas amarelas decoram. Da esquerda para a direita. Foto 1: Marcie posa em frente ao espelho com celular na mão. O look é composto por calça de alfaiataria preta de cintura alta, cinto western preto, cropped preto liso e jaqueta de couro preta. Foto 2: Marcie posa em frente a uma parede cinza. O look é composto por calça de alfaiataria preta de cintura alta, cropped listrado com gola alta em tons de cinza e chumbo, jaqueta cropped jeans. Foto 3: Marcie posa em frente a uma parede cinza. O look é composto por camisa branca usada por baixo de um suéter mostarda e casaco amarelo de lã na parte de cima. Na parte de baixo, calça cinza de lã e bota preta com bordados dourados. Foto 4: Marcie posa em frente a um muro cinza com grama verde no chão. O look é composto por calça de alfaiataria cinza de lã, tênis branco, camiseta rosa e bomber rosa com estampa floral.

Confortável, estilosa, chic e múltipla. A calça de alfaiataria se reinventou e ganhou um espaço central no closet feminino, indo muito além de looks corporativos caretinhas – como o seu passado poderia sugerir. Com uma infinidade de modelagens, encontrar a sua vai depender exclusivamente do conforto e do quanto você se sente linda vestindo.

Para maior versatilidade, opte por peças lisas e de cores únicas básicas, com bolsos ou pregas discretas. Assim, você garante uma aliada para fazer bonito do visual monocromático ao colorido, do estampado ao básico. Em cada combinação, mesmo as mais descontraídas, a calça de alfaiataria traz uma pitada de elegância sempre bem-vinda ao cotidiano.

6. Jaqueta jeans

Ela é despojada sem ser básica. Neutra e, ao mesmo tempo, cheia de atitude. Um best-seller de qualquer brechó. Nos veste da infância à vida adulta, abraçando as nossas mais diversas versões e evoluções. Inclusive, é bem provável que você já tenha uma dando sopa por aí. Muito mais do que uma amiga das meias-estações ou daquela ida ao cinema, a jaqueta jeans possui uma aura cool, que deixa os looks mais leves e suaviza misturas ousadas, como, por exemplo, a minha de calça pink + bolsa vermelha + scarpin de paetês.

Oversized ou ajustada? Com lavagem clara ou escura? Você decide! O único requisito são modelos sem aplicações, rasgados ou bordados. Aqui, embora eu deteste esses ditados, menos é realmente muito mais.

7. Tênis minimal

Montagem com quatro fotos em fundo branco, expostas lado a lado. Na lateral inferior esquerda, três bolas laranjas decoram. Da esquerda para a direita, foto 1: Marcie posa em frente a uma parede de metal cinza. O look é composto por saia lápis animal print de onça, tênis branco e corta-vento amarela. Foto 2: Marcie posa em frente a uma parede cinza, sentada em uma cadeira vermelha. O look é composto por blusa de gola alta laranja, usada por baixo de um macacão utilitário bege com tênis branco. Foto 3: Marcie posa em frente a uma parede grafitada colorida. O look é composto por macacão rosa pantalona e tênis branco. Foto 4: Marcie posa em frente a uma parede branca. O look é composto por camiseta bretão azul-marinho e branco, bermuda de alfaiataria azul-marinho com poá branco e tênis branco, com cadarço amarrado na canela.

Por um tempo restritos aos visuais esportivos, os tênis já foram tendência absoluta no street style e conquistaram o status de eternos no closet. A melhor parte é que esse sapato tem tudo para protagonizar visuais de muita personalidade. A escolha mais certeira? Você já deve ter decorado se leu até aqui: um modelo discreto, com cor neutra e pouquíssimos detalhes.

Graças à sua essência descontraída, o tênis casa bem com visuais urbanos e criativos, que abusam das cores, estampas ou propostas distintas, por exemplo esporte e alfaiataria. Não é lá muito fã do tênis? Os mules rasteiros e os mocassins são ideais para manter o conforto. Já se ama um bom salto, se jogue sem medo no scarpin e na sandália de duas tiras.

Captura de tela de uma página do Pinterest, com pasta.
Tem pastinha no Pinterest com muitas outras inspirações de looks. É só clicar aqui

Curtiu as dicas e acha que elas vão funcionar para você? Me conta nos comentários que eu vou amar saber <3 E como conteúdo e inspiração nunca são demais, também criei uma pasta lá no Pinterest do blog, misturando os meus looks com outros de street style. Nos siga por lá e aproveite!

Você também pode gostar: