4 dicas importantes para quem pretende furar o septo

agosto 30, 2016 8:02 pm

dicas-para-colocar-piercing-no-septo

Se preparem que vai ter mil selfies

Quem acompanha o blog, mesmo que de vez em quando, sabe que eu me machuquei feio mês passado. O motivo? Pessoa desastrada no comando de babyliss quente. Passado o sofrimento (E PENSA EM SOFRIMENTO), fica a reflexão: “Nada deve doer mais do que essa merda! Vou furar o nariz.” É.  Eu queria colocar um piercing no septo há muito, muito tempo, mas faltava dinheiro e, principalmente, coragem. Não dessa vez. Depois de muito pesquisar com as pessoas que tinham (rolou até enquete no Twitter), marquei para uma sexta-feira e, como se pode ver pelas milhares de selfies nesse post, furei.

Para ajudar aquelas que, assim como eu, só precisam de um empurrãozinho, seguem 4 dicas importantes para quem pretende furar o septo:

1 – Sim, dói.

Então, a maior preocupação, óbvio, é se vai doer. Claro que vai. Tem uma agulha passando pelo seu septo. Mas, calma, não é muito. A dor é rápida, faz escorrer uma lagriminha e pronto. E até meio ridículo se comparar com toda a preocupação que nós temos antes de chegar no estúdio.

2 – O nariz fica sensível.

Essa também é meio óbvia, né? Durante os primeiros dias, atividades triviais como beijar e assoar o nariz são desafios. O nariz ainda está bem sensível e dá uma dorzinha chata quando mechemos. É claro que dá para beijar de ladinho e assoar o nariz com cotonete. É. Cotonete. De conselho, tenha o máximo de cuidado que der, porém, se prepare, porque em algum momento você vai esquecer que ele está ali e vai coçar o nariz ou alguém vai te dar uma cabeçada (história baseada em fatos reais).

dicas-para-colocar-piercing-no-septo(2)

3 – Soro fisiológico é seu BFF

Quando perguntei pro Rafa, moço que colocou a minha jóia, como cuidar e ele disse que não era para passar nada além de soro fisiológico. “Mas nem um spray para ajudar a cicatrizar?” “Não. Só o soro.” “Mas…” “Não.” Ok, né? Quem sou eu para discutir. Comprei o soro na maior embalagem que encontrei e, cada vez que tinha um tempinho, aplicava um pouco. Hoje faz quinze dias que eu coloquei o piercing e a cicatrização foi/está sendo ótima. Sem nenhum jatinho de spray.

4 – Piercing e rinite podem conviver em harmonia.

Companheira da rinite há bastante tempo, essa, depois da dor, era a minha maior preocupação: se o nariz já incomoda com uma poeirinha, imagina com um acessório??? Pois bem, venho por meio deste informar que existe amor em SP entre os dois. É claro que no início deu uma coçadinha, mas nada, nada mesmo, demais. Não precisei nem de antialérgico, veja bem que avanço!

dicas-para-colocar-piercing-no-septo(3)

E foi isso, depois de mil fotos e olhadas no espelho para ver se ele está torto, fomos felizes para sempre. Para finalizar, é sempre bom lembrar que é preciso muito cuidado. Confira se o material é descartável, se a pessoa está com o equipamento correto e todas aquelas coisas que parecem batidas, mas que na hora, por conta do nervoso, a gente esquece.

Texto: Marcie



Categoria: