The 20/20 Experience

Março 20, 2013 9:18 pm

The-20_20-Experience-Deluxe-Version-black (1)

Sem dúvida, depois de anunciar o seu retorno aos palcos, esse é um dos posts que eu fico mais feliz de fazer. Sério gente, nem costumo fazer resenhas sobre CDs, mas fazia 7 anos que não podia me dar a esse luxo. Sendo assim vocês vão ter que me engolir vamos falar de ‘The 20/20 Experience’!

JT_20_20Exp_tracklist_handwritten

Na verdade, ao mesmo tempo em que queria o lançamento desse álbum, estava morrendo de medo do que ele poderia representar, era o ‘retorno triunfal’ de JT depois de tanto tempo e as prováveis comparações com o antecessor FutureSex/LoveSounds geravam uma pressão e um parâmetro difícil de bater. Então, assim como seu dono, chega um álbum impecável, ‘de terno e gravata’, sem perder o jeito clássico e característico (da safadeza) de Justin, com músicas tão bem produzidas e ‘costuradas’ que quase viram uma grande canção de 70 minutos. Isso mesmo, 10 músicas, 70 minutos, que inicialmente assustam, mas passam voando e de repente já estamos na primeira faixa novamente.

542701_10151534793519341_1676047630_n

Sem dúvidas, Justin se reinventou mais uma vez, aquele que surpreendia ‘trazendo a sensualidade de volta’ em 2006, apresenta um álbum pop longe de ser comercial (exceto pela tão conhecida e tocada Suit & Tie e, talvez, That Girl), com músicas longas, batidas inusitadas derivadas de samba (Strawberry bubblegum), músicas árabes (Don’t hold the wall), latinas (Let the groove get in) ou até mesmo do barulho das ondas (Blue Ocean Floor), misturadas harmoniosamente com orquestras e alguns traços de Hip/Hop e R&B (Pusher Love Girl, Mirrors e Tunnel Vision).

justinsuittielv013

Se ouvido mais de uma vez é possível perceber porque se passou tanto tempo até termos um novo trabalho, enquanto não tivesse algo inovador para dizer não era necessário voltar, The 20/20 precisava ser perfeito. A busca por essa perfeição foi feita nos mínimos detalhes, como resultado, um trabalho que exala paixão e dedicação que não pode ser apenas ouvido, precisa ser visto (como seu próprio nome referencia), com olhos em ‘perfeito estado’ para ser apreciado como merece.

Justin Timberlake The 20-20 Experience promo photo

Em uma época onde cada vez mais as pessoas correm contra o relógio e a música e internet se tornam mais e mais instantâneas, Justin faz o caminho inverso, trazendo um álbum que, para ser apreciado, EXIGE tempo. Álbum sexy de uma forma diferente, para quem gosta de música como uma arte, não só apenas singles fáceis e rentáveis.

jt-backstage-grammys

Por último, ouvindo o CD é impossível deixar de pensar na turnê que virá, quem lembra da última sabe o que estou falando, nada menos que um espetáculo deve ser esperado e, para alguém que mais uma vez trouxe a sensualidade de volta, de um jeito totalmente inusitado, essa tarefa não será muito difícil.

Ah, sem esquecer que a segunda parte do álbum é esperada para novembro. Vem com tudo, seu lindo!
XOXO

Texto: Marcie



Categoria: