Retrospectiva fashion: o que usei e aprendi com a moda em 2018

dezembro 26, 2018 7:00 pm

2018 foi um ano em que fiquei bastante distante do blog, por mais que uma das minhas resoluções de ano novo fosse dedicar um tempo maior a esse espacinho quase inabitado. Aí chegou o TCC, minha criatividade conteudística focou totalmente no @oipati – projeto lindo que faço parte e que, se você não conhece, pode conferir aqui –, os meses passaram e pufff: meta não cumprida.

Ainda no clima de final de ano, comecei a dar aquela conferidinha nas fotos e percebi que 2018 foi muito bom, fashionisticamente falando: usei várias combinações e tendências que antes eu só achava lindas nos outros, repeti muuuito todas as minhas peças, criando mil e uma formas de usar cada uma delas – exercício súper importante antes de comprar looks novos, inclusive –, e deixei meu visual, num geral, menos jovenzinha universitária e mais mulher contemporânea. Tá aí uma transição que nem sempre é fácil de fazer, mas isso é assunto pra um outro dia que, se tudo der certo, não vai ser tão distante. Hoje, o clima é de retrospectiva, de rever os truques e pecinhas que deixaram meus looks muito mais criativos – e podem, também, incrementar as suas combinações. Ah! Quem quiser acompanhar os lookinhos no momento em que eles são usados, é só me seguir lá no Instagram.

Saia lápis jeans

Saia lápis jeans com sandália preta. Saia lápis jeans com camisa amarela poá e bota vermelha. Saia lápis jenas com jaqueta jeans e sandália de tiras finas.

Charmosa por natureza, a saia lápis ganhou uma versão mais despojada, em jeans. Foi só a querida aparecer nos primeiros looks de street style para eu amar profundamente e já querer uma pra chamar de minha. O universo, sempre muito atento, ouviu e me presenteou com dois modelos, esse retinho e o com fenda. Na hora já comecei a montar mil combinações. O bom da peça ser em jeans é que ela vira ainda mais curinga e transita perfeitamente tanto em combinações bem casuais, com tênis e camiseta ou com outra peça em jeans e sandália de tiras fininhas, às mais elaboradas, com camisas e sapatos coloridos. Combinar um sapato clássico, como o scarpin, com uma camisetinha divertida também é uma ótima alternativa.

Calça de alfaiataria

Calça de alfaiataria usada despojada. Calça de alfaiataria cinza com flanela vermelha, jaqueta jeans preta e tênis branco. Calça de alfaiataria xadrez com camisa poá amarela e tênis amarelo. Calça de alfaiataria vermelha com quimono usado como blusa e tênis amarelo. Calça de alfaiataria xadrez com blusa preta gola laço e sandália de salto preta.

Uma das peças mais responsáveis pelo meu estilo ‘business girl’ foi a calça de alfaiataria. A bichinha deixa, de fato, qualquer combinação com quezinho sofisticado, principalmente quando combinada com camisas e sapatos minimalistas. Bem, mas até aí nada de novidade, né? A calça de alfaiataria faz parte do ambiente corporativo feminino desde que o mundo é mundo ou, melhor dizendo, desde que as mulheres conquistaram o direito de vesti-las. Agora, e se a gente unir a peça a outras mais descontraídas e divertidas? Misturei com tênis colorido, com tênis básico, sandálias, mules, com cinto de essência rocker, com jaqueta jeans e camisa de flanela, com inúmeras camisetinhas divertidas, com quimono usado como blusa, com camisas românticas de gola laço… Misturei, misturei, misturei. E me diverti muito!

Para quem, assim como eu, quer começar no mundo das calças de alfaiataria, os modelos mais legais são, em ordem de bom investimento: um modelo preto curinga, um outro em tom neutro, como o cinza ou azul marinho, um xadrezinho charmoso, alô Príncipe de Gales, e um em cor vibrante.

Sapatos vermelhos

Quatro formas de usar sapato vermelho. Sapato vermelho com saia animal print e camiseta, sapato vermelho com camisa branca e jeans rasgado, scarpin vermelho com saia lápis jeans e camiseta divertida, bota vermelha com saia jeans, camisa jeans e quimono

Um sapato de impacto, com cor forte ou detalhes especiais, é a melhor coisa para deixar qualquer look – até mesmo o combo de jeans e camisa branca – muito mais fashion. E se teve uma cor que marcou presença por aqui foi o vermelho bem vibrante. Primeiro nessa bota maravilhosa, que fez parte de aproximadamente 80% dos meus looks de inverno, depois no scarpin V neck e no mule rasteiro. Sim, agora eu tenho um sapato da cor em cada formato e juro que não foi de propósito, mas o visual fica tão poderoso que não consigo evitar. Além das combinações com peças básicas, o vermelho casa perfeitamente com múltiplas estampas, do floral ao animal print, e cores. Eu amo com amarelo, azul, rosa, mas as opções são várias, é só escolher a que você mais curte.

Camisa branca especial

Truques de estilo com camisa branca. Camisa branca com cinto na cintura e saia mídi rodada + tênis. Camisa branca amarrada na cintura com barra do sutiã branco à mostra e calça de alfaiataria cinza. Camisa azul com blusa de gola alta laranja usada por baixo e pantacourt preta com tênis

Por mais que alguns investimentos deixem o look todo especial, a gente não precisa de roupa nova pra renovar o visual. E, para isso, os truques de estilo são nossos maiores aliados. A camisa clássica, seja branca ou azul, vira outra graças a singelos detalhes e formas de vestir. Seja um nozinho com a barra do sutiã de renda, uma blusa de gola alta colorida usada por baixo da camisa – truque queridinho entre as fashionistas – ou um cinto na altura da cintura, uma coisa é certa: a peça recebe bem as mais diversas invenções e dá um up naqueles dias em que você não faz ideia do que vestir.

Vestido com blusinha

Vestido usado com blusa. Vestido de couro com blusa rosa gola laço e mangas bufantes. Vestido slip dress com blusa de manga longa e tênis all star. Vestido slip dress com camiseta branca, mule e meia soquete arrastão. Vestido floral com camisa branca, meia calça preta e bota.

Por mais que possa parecer simples, a junção de vestido + blusinha foi um grande avanço das minhas combinações. O motivo? Sempre achei lindo, mas pensava que em mim não ficaria tão legal, já que daria mais volume pra região do peito – que já tinha volume o suficiente kkk. Pois um belo dia resolvi cagar pra ‘regra’ e testar. Bem, como dá pra ver, amei! O melhor é que é possível usar com qualquer peça, dos vestidos florais vintage – esse da foto custou R$5 – aos clássicos slip dress ou modelos em couro, das camisas e camisetas basiquinhas às mais elaboradas, com gola laço, transparência ou mangas bufantes. O resultado é lindo e só prova o quanto a gente perde quando deixa certas neuras entrarem. Nem sempre é fácil romper com a ““norma””, por mais mínima que seja, mas compensa um monte, né, vale sempre lembrar disso.

E como foi o ano fashion de vocês? Que a gente ouse e se divirta com a moda cada vez mais. Até 2019!

Texto: Marcie



Categoria: